Última hora

Última hora

Funeral das vítimas de atentado em Damasco

Em leitura:

Funeral das vítimas de atentado em Damasco

Funeral das vítimas de atentado em Damasco
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas participaram, este sábado, no funeral das 44 vítimas dos atentados de sexta-feira em Damasco.

Os caixões, cobertos com a bandeira síria, foram colocados no interior da mesquita de Al Amaui. Na rua, milhares de pessoas gritavam palavras de ordem.

O governo sírio responsabilizou a rede terrorista Al Qaeda pelos ataques. Este sábado surgiram informações de que o grupo islamita Irmãos Muçulmanos teria reivindicado os ataques mas já foi desmentido. O seu dirigente vem dizer que o comunicado que circula na web é falso e que pretende semear a discórdia.

Duas fortes explosões, num atentado suicida com carros-bomba, ocorreram na manhã de sexta-feira em Damasco, perto de dois edifícios governamentais.

44 pessoas morreram e 166 ficaram feridas. Segundo os mais recentes dados da ONU, desde que os protestos começaram, em março, mais de 5 mil pessoas morreram na Síria.