Última hora
This content is not available in your region

Mais violência religiosa na Nigéria

Mais violência religiosa na Nigéria
Tamanho do texto Aa Aa

Uma escola corânica foi atacada com um engenho explosivo artesanal.

O ataque teve lugar na terça-feira ao final do dia na região do Delta do Níger, no sul do país.

O ataque resultou em ferimentos num adulto e seis crianças com idades compreendidas entre os 5 e 8 anos.

O presidente da Associação Cristã da Nigéria afirma que a violência tem motivações políticas.

“As pessoas combatem tanto a Igreja como a mesquita que não os apoia. Se querem lutar contra o governo, então que se dirijam a ele. Deixá-los atacar as instituições e que nos deixem em paz”, afirma Dafes Philip.

Durante a época natalícia a violência voltou a irromper na Nigéria. Pelo menos 40 mortos foi o balanço. Um dos ataques teve lugar na localidade de Madalla nas proximidades da capital, Abuja.

Os atentados foram atribuídos ao grupo extremista Boko Haram que reivindica a criação de um estado islâmico na Nigéria.