Última hora
This content is not available in your region

Família de Lawrence espera por justiça há mais de 18 anos

Família de Lawrence espera por justiça há mais de 18 anos
Tamanho do texto Aa Aa

O crime ocorreu há mais 18 anos. Esta terça-feira, dois homens foram considerados culpados pela morte de Stephen Lawrence, um adolescente britânico assassinado no sudeste de Londres.

Um caso emblemático do racismo na Grã-Bretanha, na época, sobretudo, no seio da polícia.

As novas provas científicas conduziram a estes dois homens, hoje com 35 e 36 anos, e que se arriscam a ser condenados a prisão perpétua.

A sentença deverá ser conhecida esta quarta-feira.

A família da vítima lamenta que a justiça não tenha sido feita mais cedo:

“Como posso festejar, sabendo que isto podia ter sido feito há 18 anos, quando a polícia que devia ter encontrado os assassinos do meu filho falhou de forma tão miserável” afirma a mãe de

Lawrence.

O inquérito inicial ficou marcado por vários erros. Seis anos mais tarde, uma investigação oficial revelou a existência de “racismo institucional” na polícia.

O estudante foi apunhalado por cinco jovens. Três elementos do grupo continuam a monte.