Última hora
This content is not available in your region

Observadores da Liga Árabe não interrompem missão

Observadores da Liga Árabe não interrompem missão
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das críticas sobre a missão na Síria, o grupo de uma centena de observadores da Liga Árabe não vai interromper os trabalhos.

A garantia foi dada pelo primeiro-ministro do Qatar, que é também presidente do grupo de trabalho para a Síria da Liga Árabe, durante uma reunião com o secretário-geral das Nações Unidas e na qual admitiu alguns erros dos observadores.

Ban Ki-Moon sugeriu por seu lado que os monitores sejam formados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os direitos humanos.

O comité da liga árabe reúne-se no domingo para analisar as primeiras conclusões dos observadores, encarregados de examinar se o plano de paz aceite por Damasco está a ser implementado.

Mas o líder dos rebeldes sírios considera que a missão da Liga Árabe está condenada ao fracasso, pois continua a violenta repressão do regime do presidente Bashar al-Assad que em 10 meses fez 5 mil mortos, segundo a ONU.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.