Última hora
This content is not available in your region

Liga Árabe promete reforço de missão de observadores na Síria

Liga Árabe promete reforço de missão de observadores na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

A Liga Árabe defende a continuidade e reforço da missão de observadores na Síria, apesar das críticas pela incapacidade para travar a violência.

A organização examinou este domingo, no Cairo, o primeiro relatório do chefe dos observadores, o general sudanês Mohammed al-Dabi.

A Liga Árabe diz que o sucesso da delegação depende da cooperação de Damasco e da oposição síria. O secretário-geral da organização afirmou que “a ideia de enviar observadores é uma questão de protocolo. O principal objetivo é obter uma solução política para a crise, que não é possível sem a oposição e o governo sírio discutirem o futuro da Síria”.

O relatório indica que a violência marca ainda o quotidiano e que o Exército continua presente nas cidades sírias.

A Liga Árabe pediu maior liberdade para a missão, que promete reforçar em termos financeiros, logísticos e materiais. Segundo o Qatar, o número de efetivos pode duplicar, para cerca de 300.

A oposição síria denuncia a falta de capacidade da missão e exige a intervenção da ONU.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.