Última hora
This content is not available in your region

Oligarca russo quer comprar património arqueológico da Itália

Oligarca russo quer comprar património arqueológico da Itália
Tamanho do texto Aa Aa

O milionário Mikahil Prokorov mostrou-se interessado pelas ruínas do templo de Zeus declaradas património da Humanidade, o presidente da câmara de Agrigiento travou os apetites do magnata: “O vale dos templos não se encontra à venda. A questão é diferente se quiserem apoiar o monumento com contribuições privadas ou estatais para melhorar o local”

Prokorov avançou mesmo a soma de 40 mil milhões de euros para efectuar o negócio.

“É uma loucura completa, é como se quisessem comprar o Coliseu de Roma, ou o Vesúvio de Nápoles. É uma loucura.”

“É uma coisa incrível. A herança de um país não pode ser vendida a ninguém, deve ficar para as futuras gerações. Não podem vender, é impensável.”

A polémica está lançada, e mais do que isso a tentação do dinheiro, numa país que sofre cruelmente da sua falta. Poderão as autoridades italianas resistir a 40 mil milhões de euros?