A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Morte do presidente guineense suscita dúvidas sobre futuro do país

Morte do presidente guineense suscita dúvidas sobre futuro do país
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente guineense Malam Bacai Sanhá, faleceu hoje em Paris aos 64 anos de idade. Sanhá encontrava-se internado no hospital militar de Val de Grace, desde finais de Novembro.

O frágil estado de saúde do chefe de Estado eleito em 2009 dominara até agora o seu mandato, obrigando-o a hospitalizações frequentes.

O desaparecimento de Sanhá aumenta as dúvidas quanto à estabilidade política do país.

Em finais de Dezembro, um levantamento armado em Bissau tinha sido qualificado como um golpe de estado, levando à detenção do chefe da Armada.

O presidente do parlamento, Raimundo Pereira, deverá voltar a assumir a presidência interina do país, à semelhança do que se passou em 2009, após o assassínio do antigo presidente Nino Vieira.