Última hora
This content is not available in your region

Oposição síria mostra sinais de divisão

Oposição síria mostra sinais de divisão
Tamanho do texto Aa Aa

Uma das principais fações da oposição, o Conselho Nacional Sírio, reuniu-se em Istambul na Turquia mas não chegou a acordo sobre o caminho a seguir.

A ausência de um acordo está a beneficiar o Órgão Nacional de Coordenação, outra das principais fações da oposição que defende uma intervenção militar estrangeira a fim de derrubar o presidente Bashar al-Assad.

A porta-voz do Conselho Nacional Sírio adianta que o texto final ainda não foi aprovado. Segundo ela, o texto será modificado e a versão final será depois apresentada numa conferência da Liga Árabe.

Há duas semanas que uma missão de observadores da Liga Árabe se encontra no país. Segundo a organização, o governo sírio implementou apenas parcialmente medidas destinadas a acabar com a repressão que segundo a ONU já vitimou mais de cinco mil pessoas nos últimos 10 meses.

A oposição, por seu lado, acusa os observadores de estarem apenas a dar mais tempo às autoridades para estas continuarem a política de repressão.

As declarações da Liga Árabe têm lugar dois dias depois da chegada ao país de dois navios de guerra russos.

Moscovo tem apoiado o regime sírio que reclama estar a braços com um levantamento armado que já matou dois mil elementos das forças de segurança.

A Rússia e a China bloquearam iniciativas do Conselho de Segurança relativamente à Síria.

Várias potências ocidentais deixaram claro que não querem uma intervenção militar ao estilo da Líbia.