Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

FMI e as negociações para salvar a Grécia

FMI e as negociações para salvar a Grécia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Salvar a Grécia e impedir o desmoronamento do euro: a chanceler alemã, Angela Merkel, e a directora do FMI, Christine Lagarde, abordam o tema em Berlim.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) participa nos resgates da Irlanda e de Portugal, mas o caso grego é o mais difícil neste momento.

Atenas e os credores internacionais tentam obter um acordo que permita desbloquear o segundo plano de ajuda à Grécia, o mais depressa possível. Em causa está o perdão de quase 50% da dívida grega nas mãos de entidades privadas. Procura-se reduzir a dívida para 120% do PIB, mas Atenas terá de impor ainda mais medidas de austeridade. Na última visita a “troika” exigiu o despedimento de 150 mil funcionários públicos.

A Comissão Europeia diz que as negociações estão na reta final.

O plano delineado na cimeira de outubro é essencial para evitar a bancarrota grega. Após dois anos de cortes da despesa e aumentos de impostos, a Grécia tem um défice de 9% do PIB, segundo estimativas do FMI.