A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Decretado estado de emergência na área do naufrágio do "Costa Concordia"

Decretado estado de emergência na área do naufrágio do "Costa Concordia"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi decretado o “estado de emergência”, esta sexta-feira, na área do naufrágio do “Costa Concordia”.

O navio desliza a um ritmo de sete milímetros por hora e teme-se o derrame de combustíveis e outros agentes poluentes.

Por causa da movimentação dos destroços, os trabalhos de resgate foram interrompidos, esta sexta-feira, para não colocar em risco os mergulhadores.

O professor Nicola Casagli, da Universidade de Florença e encarregado de acompanhar a evolução do navio, diz que “para se afundar é preciso que se mova uma dezenas de metros e estamos longe desse cenário.”

A atenção está agora voltada para as condições meteorológicas pois está prevista uma tempestade nas próximas horas o que pode ameaçar a estabilidade do navio empurrando-o em direção a um precipício de 70 metros de profundidade.

Esta sexta-feira os mergulhadores foram substituídos por um robô telecomandado por cabo, na inspeção do paquete, em busca das 20 pessoas ainda desaparecidos.

O capitão do “Costa Concordia”, Francesco Schettino, está em prisão domiciliária acusado de homicídio múltiplo, naufrágio e abandono de navio.

Schettino defende-se dizendo que o acidente foi uma “fatalidade”.