A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Confrontos na Síria provocam dezenas de mortos

Confrontos na Síria provocam dezenas de mortos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de três dezenas de pessoas foram mortas, esta segunda-feira, na Síria.

Os confrontos entre as forças leais a Bashar al-Assad e opositores ao regime não dão sinais de abrandar.

A violência no país arrasta-se desde março e, de acordo, com a ONU já provocou mais de 5000 mortos.

A cidade de Homs, no centro do país está praticamente destruída. Os habitantes estão desesperados:

“Homs está mergulhada no caos. Há pessoas a morrer e a roubar. As lojas estão fechadas. Todos os dias raptam duas a quatro pessoas. É uma vergonha. Queremos que isto acabe, porque não é solução” afirma um homem.

O regime de Bashar al-Assad acusa grupos armados de estarem a semear o caos no país. Enquanto, a televisão publica divulga imagens de, alegadas, vítimas.

Certo é que as tentativas para travar a violência continuam sem surtir efeito.

Esta segunda-feira, Bashar al-Assad rejeitou a transferência de poder, proposta pela Liga Árabe, e a formação de um governo de unidade nacional.

O presidente sírio encara o plano da organização como um ataque à soberania nacional e fala, mesmo, em conspiração.