Última hora

Gregos iniciam greve geral de dois dias

Gregos iniciam greve geral de dois dias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro de dois dias de greve geral na Grécia. Trata-se de mais um protesto contra as medidas de austeridade do governo de Atenas para garantir um novo pacote de resgate.

O movimento foi convocado pelos principais sindicatos dos setores público e privado que organizaram ainda várias manifestações até domingo, dia em que o parlamento helénico deverá votar as novas medidas.

Na quinta-feira, a coligação governamental grega chegou a acordo sobre uma série de medidas globais para reduzir a dívida pública.

Estas medidas implicam despedimentos na função pública, reduções do salário mínimo e das pensões complementares.

Para receber um empréstimo de 130 mil milhões de euros, vital para evitar a bancarrota, Atenas terá que adotar estas medidas. A 20 de março o país terá que reembolsar 14,5 mil milhões de euros aos detentores da dívida pública.

A dívida grega de 350 mil milhões de euros representa 160% do PIB. A União Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu exigem que o nível de endividamento não ultrapasse os 120% em 2020.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.