Última hora
This content is not available in your region

UE reforça sanções contra a Síria

UE reforça sanções contra a Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Ativistas sírios informaram esta terça-feira que as forças governamentais intensificaram os ataques à cidade de Homs, que estaria sob um “bombardeamento brutal”.
 
As forças sírias mantêm a terceira cidade do país debaixo de fogo há mais de uma semana.
 
Em Berlim, durante um encontro com o secretário-geral da Liga Árabe Angela Merkel, admitiu a imposição de novas sanções da União Europeia contra a Síria.
 
“A Liga Árabe tomou uma posição firme perante a situação na Síria e condenou claramente as violações dos direitos humanos perpetradas pelo governo de Al Assad. A União Europeia apoia a posição da Liga Árabe e vai avançar com um reforço das sanções contra a Síria”, disse a Chanceler alemã.
 
Durante uma intervenção na Assembleia-Geral das Nações Unidas, Navi Pillay, a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, sublinhou que o povo sírio precisa do apoio daquela Assembleia dado a uma só voz e instou a comunidade internacional a defendê-lo de prováveis crimes contra a humanidade.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.