Última hora

UEFA investiga racismo no Dragão

UEFA investiga racismo no Dragão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No Estádio do Dragão a ressaca da derrota frente ao Manchester City a contar para a Liga Europa ficou marcada pelas acusações de racismo do clube inglês.

Mario Balotelli e Yaya Touré queixaram-se de cânticos imitando o som de macacos vindos das bancadas, uma acusação prontamente rejeitada pelo Porto, que esclareceu que os adeptos estavam apenas a cantar o nome de Hulk. Uma versão desmentida através de um vídeo de um adepto na internet…

O treinador dos ingleses Roberto Mancini até confessou não ter ouvido nada por estar concentrado no jogo, ainda assim o Manchester City denunciou o sucedido à UEFA.

O organismo que tutela o futebol europeu irá analisar a questão, caso seja considerado culpado, o Porto arrisca ter de jogar à porta fechada.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.