Última hora
This content is not available in your region

Portugal exporta técnica inovadora de tratamento da próstata

Portugal exporta técnica inovadora de tratamento da próstata
Tamanho do texto Aa Aa

É uma técnica pioneira portuguesa que tem suscitado o interesse de vários médicos do mundo inteiro. Trata-se de uma intervenção inovadora destinada a reverter o aumento do volume da próstata, uma patologia que afeta a qualidade de vida de milhões de homens.

A “hiperplasia benigna da próstata”, HBP, tem uma taxa de incidência na ordem dos 50 por cento, entre a população masculina com mais de 65 anos.

O novo procedimento foi desenvolvido pelo Professor João Martins Pisco, no hospital de Saint Louis, em Lisboa.

A embolização das artérias limita a irrigação sanguínea local, impossibilitando o crescimento da próstata através de um método pouco invasivo. A próstata é uma pequena glândula situada junto ao aparelho genital masculino, por baixo da bexiga. Ao longo da vida, a sua dimensão aumenta, comprimindo a uretra, o que provoca as idas frequentes à casa de banho.

Vários pacientes recusam a cirurgia, devido aos riscos associados de incontinência e da chamada ejaculação retrógrada.

Ainda este ano, a técnica do Professor Martins Pisco vai ser adotada nos Estados Unidos, Itália, entre outros países.

A taxa de sucesso ronda os 90 por cento. Já foram feitas mais de 200 intervenções.