Última hora
This content is not available in your region

Irlanda tem duas curtas na corrida aos Óscares

Irlanda tem duas curtas na corrida aos Óscares
Tamanho do texto Aa Aa

Não são anunciadas com toda a pompa dedicada a outras categorias, mas as curtas-metragens têm o seu próprio lugar nos Óscares.

A lista de nomeados deste ano começa com “Pentecost”. Onze minutos vindos da Irlanda, da autoria de Eimear O’ Kane, sobre um acólito que quer tornar-se num jogador de futebol.

Outra obra irlandesa, “The Shore”, de Terry e Oorlagh George, também está na corrida.

“Raju”, de Max Yahle, é uma produção indo-alemã, sobre um casal que adota uma criança, em Calcutá, que, mais tarde, desaparece.

Dos Estados Unidos chega “Time Freak”, cuja protagonista é uma máquina do tempo que permite retroceder só até ao dia anterior. A realização é de Andrew Bowler.

Em “Tuba Atlantic”, da Noruega, Hallvar Witzo descreve, ao longo de 25 minutos, como um homem prestes a morrer resolve velhas questões com o seu irmão.