Última hora

Novas exigências do Hamas adiam criação de governo de unidade nacional palestiniano

Novas exigências do Hamas adiam criação de governo de unidade nacional palestiniano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Quando todos esperavam pelo anúncio de um governo palestiniano de unidade nacional, eis que o Hamas exigiu novas medidas para que o novo executivo fosse criado.

Numa reunião no Cairo, os principais dirigentes das duas fações palestinianas, o Fatah de Mahmud Abbas e o Hamas de Khaled Mechaal, não chegaram a acordo sobre as exigências do Movimento de Resistência Islâmica.

Inicialmente, o governo de unidade nacional devia ser liderado por Mahmud Abbas, que acumularia os cargos de Presidente e de primeiro-ministro da Autoridade Palestiniana, uma medida apoiada pelos países ocidentais.

Na reunião que decorreu na capital do Egito, o Hamas exigiu ter o controlo dos principais Ministérios, entre os quais o do Interior.

Em maio, os palestinianos celebraram o anúncio feito pelas duas fações sobre um acordo de reconciliação que previa a formação de um governo provisório e eleições um ano mais tarde.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.