Última hora

Putin deve escapar a uma segunda volta

Putin deve escapar a uma segunda volta
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin deverá vencer as eleições presidenciais russas agendadas para 04 de março com cerca de dois terços dos votos.

Pelo menos é o que revela a sondagem publicada, hoje, pelo centro Levada, o principal instituto independente russo.

O até agora primeiro-ministro surge creditado com 66 por cento das intenções de voto e a 15 pontos de distância do segundo candidato, o comunista Guennadi Ziuganov.

Ontem a Rússia, assinalou o Dia dos Defensores da Pátria, uma festa herdada da época soviética.
Um ferido que os candidatos aproveitaram para tentar conquistar votos. Mas a participação nos comícios do partido no poder terá sido tudo menos livre. Jornalistas e forças da oposição garantem que muitos russos foram obrigados a participar nas manifestações de apoio a Vladimir Putin.

Críticas à parte, a última sondagem dá uma vitória folgada ao antigo agente do KGB, que assumiu a presidência do país entre 2000 e 2008. O líder comunista aparece em segundo lugar, seguido de Vladimir Jirinovski. Segundo a sondagem, o ultranacionalista poderá conquistar seis por cento dos votos, mais um ponto percentual que o dirigente do Partido Rússia Justa.

O índice de popularidade de Putin tem vindo a subir depois da queda ocorrida durante os protestos contra o resultado das eleições parlamentares.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.