Última hora
This content is not available in your region

Queima do Corão origina quarto dia de protestos

Queima do Corão origina quarto dia de protestos
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de menos violentos, os afegãos protestam pelo quarto dia consecutivo contra a queima do Corão por soldados americanos.

Frente ao palácio presidencial, em Cabul, as forças da ordem dispararam balas reais sobre a multidão em fúria. No total 16 pessoas terão sido mortas na capital e em Herat, havendo ainda a registar dezenas de feridos.

O movimento alastrou ao vizinho Paquistão. Na cidade de Peshawar centenas de fiéis reagiram queimando bandeiras de países ocidentais.

Os distúrbios começaram na terça-feira, depois que vários funcionários afegãos da maior base americana no Afeganistão, Bagram, denunciaram publicamente que exemplares do Corão foram queimados como lixo dentro do complexo

A profanação do Corão é um assunto muito sensível no Afeganistão, cuja população é predominantemente muçulmana.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.