A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Eslováquia: esquerda pode regressar amanhã ao poder

Eslováquia: esquerda pode regressar amanhã ao poder
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os eslovacos preparam-se para penalizar nas legislativas deste sábado, a coligação de centro-direita, no poder, a braços com um escândalo de corrupção.

As eleições ocorrem depois de o parlamento ter rejeitado, em outubro, o reforço do fundo de resgate europeu. À votação estava associado um voto de confiança do governo que foi chumbado.

O principal partido da oposição comprometeu-se a viabilizar o plano em troca de eleições antecipadas.

Creditados com 40 por cento das intenções de voto, os sociais-democratas garantem que o próximo governo vai ser, acima de tudo, europeu:

“Posso confirmar que os sociais-democratas do Smer vão apoiar os mecanismos de apoio financeiro à Europa. Acreditamos na União Europeia e vamos ter, com certeza, um governo pró-europeu” afirma Robert Fico, líder do principal partido da oposição.

A política de austeridade seguida pelo governo cessante, de Iveta Radicova, não deverá ser, segundo os analistas, descurada pelo futuro executivo.

Este ano, o défice público do país deverá atingir os de 4,6 por cento do PIB. O objetivo é chegar aos três pontos percentuais já em 2013.

A Eslováquia deverá registar este ano uma taxa de crescimento de 1,1 por cento, a segunda mais elevada da zona euro.