Última hora

Suíços deverão rejeitar hoje passagem de 4 para 6 semanas de férias

Suíços deverão rejeitar hoje passagem de 4 para 6 semanas de férias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os suíços acham que as férias de que dispõem atualmente são mais do que suficientes. Pelo menos a acreditar nas sondagens, que indicam que menos de um terço da população votará a favor da passagem de 4 para 6 semanas de férias anuais, no referendo organizado este domingo.

Cumprindo com um requisito essencial da democracia direta no país, os suíços vão hoje às urnas para responder às mais diversas questões.

Os eleitores devem pronunciar-se também sobre a limitação a 20 por cento de residências secundárias, no total de habitações das estações de esqui helvéticas.

Os habitantes de Zurique, são ainda chamados a exprimir-se sobre as intenções da autarquia de criar uma espécie de “drive-in” de sexo para combater a prostituição de rua.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.