Última hora

Talibãs suspendem negociações com EUA e Karzai pede retirada de tropas

Talibãs suspendem negociações com EUA e Karzai pede retirada de tropas
Tamanho do texto Aa Aa

Os talibãs suspenderam as negociações de paz com os Estados Unidos e exigem a Washington que “clarifique” a sua posição, cinco dias depois de um soldado norte-americano ter morto 16 civis afegãos.

Depois dos Estados Unidos decidirem transferir o militar para o Koweit e aproveitando a visita do secretário norte-americano da Defesa, Leon Panetta, Hamid Karzai pediu a retirada das forças internacionais das localidades afegãs.

Ao mesmo tempo que cresce o sentimento anti-americano no país, o presidente afegão disse também que as suas forças querem assumir o controlo da segurança no território já em 2013 e não 2014, como previsto.

Um residente de Kandahar defende que se um soldado norte-americano que “comete atrocidades contra afegãos sai do país, isso tem um impacto negativo” e pede “ao governo e a Karzai que o tragam de volta para que seja julgado”.

O Exército norte-americano diz que o soldado responsável pelas mortes de domingo em Kandahar, na maioria mulheres e crianças, foi transferido para o Koweit para poder beneficiar de um processo justo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.