Última hora
This content is not available in your region

Toulouse presta homenagem às vítimas de Merah

Toulouse presta homenagem às vítimas de Merah
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia após a morte de Mohammed Merah, Toulouse, em França, presta homenagem às vítimas do islamita, com um minuto de silêncio.

Centenas de pessoas reuniram-se na praça central da cidade onde foi desfraldada uma faixa em francês, árabe e hebraico, que dizia: “Viver em conjunto: igualdade, pluralidade e dignidade.”

No bairro onde Merah morava as marcas dos confrontos de quinta-feira, que culminaram na morte do islamita, estão bem visíveis. Os vizinhos estão em estado de choque, como evidencia esta mulher: “Estou bastante chocada ao perceber que vivi, durante não sei quanto tempo, ao lado de um homem daqueles. Tal como outras pessoas, preferia que ele tivesse sido obrigado a justificar-se e que fosse punido como qualquer outro assassino. O destino não quis que assim fosse…”

Outra lamenta: “É duro pois ele é um monstro mas é também um jovem de 23 anos que foi assassinado.”

Enquanto uns lamentam a morte de um jovem de 23 anos, em frente à escola judaica onde, no início da semana, três crianças e um rabi morreram, a revolta persiste.

“Não muda nada, morto ou vivo… Isso não vai trazer os nosso filhos de volta. É devastador,” evidencia um judeu.

Uma estudante evidencia que “ele (Merah) queria morrer por isso foi fácil para ele. Teve o que queria. Os pequenos e os soldados não pediram nada, não queriam morrer.”

Em frente à escola aglomeram-se ramos de flores em solidariedade para com a família das vítimas. Os muçulmanos, em França, fizeram questão de mostrar que também eles estão tristes e chocados.