Última hora

Última hora

Grécia: quando a austeridade perturba o dia da independência

Em leitura:

Grécia: quando a austeridade perturba o dia da independência

Grécia: quando a austeridade perturba o dia da independência
Tamanho do texto Aa Aa

Um desfile do dia da independência sob fortes medidas de segurança na Grécia.

Pela primeira vez, o público foi impedido de assistir às tradicionais paradas no centro de Atenas por razões de segurança.

Mais de quatro mil polícias foram mobilizados para proteger as altas personalidades e evitar protestos durante o evento.

Na capital, pelo menos 25 pessoas foram detidas por tentarem romper o cordão policial.

“Vejam no que nos tornámos, como se estivéssemos sob um certo regime político, é insuportável”.

“As medidas de segurança são o reflexo das medidas de austeridade, pois ambas contribuem para a morte da democracia. E a única coisa que podemos fazer para defender a democracia é continuar a combater todas estas medidas”.

Os manifestantes que protestam contra as medidas de austeridade tinham já conseguido bloquear um desfile militar em Outubro.

A revolta crescente contra as medidas impostas pela troika ocorre um dia depois do chefe da missão europeia em Atenas ter-se declarado mais otimista do que nunca com os progressos realizados pelo país.

Atenas conseguiu obter um segundo plano de resgate de 130 mil milhões de euros em troca de um plano drástico de cortes e reformas económicas.