Última hora

Sony prevê corte de 10 mil postos de trabalho

Sony prevê corte de 10 mil postos de trabalho
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Até ao final do ano, a Sony espera suprimir 10 mil postos de trabalho, cerca de 6% dos pouco mais de 168 mil funcionários em todo o mundo.
 
A informação é avançada pelo jornal económico “Nikkei”, mas um porta-voz da Sony disse que por enquanto não há um anúncio oficial.
 
Os cortes inserem-se no âmbito de um pacote de reformas para fazer regressar o gigante da electrónica aos lucros. Destas supressões, metade resulta de parte da reestruturação da unidade química da empresa japonesa, bem como das operações ligadas aos pequenos e médios ecrãs de cristais líquidos, de acordo com a edição on-line do jornal.
 
Nesta fase desconhecem-se quais os países e regiões que serão penalizados com os cortes, razão pela qual a sucursal em Portugal ainda não sabe se será afectada pelos eventuais cortes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.