Última hora

Kim Jong-un assume falhanço da "operação foguetão"

Kim Jong-un assume falhanço da "operação foguetão"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Regime norte coreano diz que a operação foguetão foi um fracasso. Desafiando a comunidade internacional, a Coreia do Norte decidiu lançar o foguetão destinado a comemorar o centenário do nascimento do fundador do país, Kim il-Sung.

Pyongyang afirmava que o foguetão serviria igualmente para colocar em órbita um satélite, mas a comunidade internacional suspeitava da existência de intenções bélicas neste projeto.

Nas ruas a emoção e o orgulho: “Os grandes países como Rússia e Estados Unidos só conseguiram o lançamento de satélites depois de muitos anos de testes. Estou orgulhosa que tenhamos tentado lançar o satelite”.

“O êxito e o fracasso são a mesma face da moeda”.

Apesar do fracasso ser um alívio para a comunidade internacional, é encarado como um falhanço para o novo líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, sendo por isso provável que Pyongyang tente um novo lançamento muito em breve.

Entretanto o líder comunista contenta-se a inaugurar estátuas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.