A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ativista morto no Bahrein

Ativista morto no Bahrein
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um manifestante foi encontrado morto no Bahrein, esta manhã, horas depois de violentos confrontos entre ativistas e a polícia.

As autoridades anunciaram, entretanto, a abertura de um inquérito.

A contestação sobe de tom com o aproximar do Grande Prémio de Fórmula 1, que no ano passado acabou por ser anulado devido aos protestos no país.

A avivar a revolução está, também, a greve de fome de um ativista detido em 2011 e que segundo familiares está à beira da morte.

Desde quarta-feira que a oposição voltou a sair à rua no centro de Manama para exigir a libertação do ativista. Ontem, milhares de pessoas manifestaram-se a ocidente da capital.

Segundo os ativistas, mais de 100 pessoas foram detidas esta semana.