Última hora

Última hora

Murdoch lamenta não ter fechado News of the World há mais tempo

Em leitura:

Murdoch lamenta não ter fechado News of the World há mais tempo

Murdoch lamenta não ter fechado News of the World há mais tempo
Tamanho do texto Aa Aa

Ruppert Murdoch lamenta não ter fechado o jornal britânico News of the World há mais tempo. O magnata australiano da comunicação social afirmou esta quinta-feira, em Londres, que alguém no interior do grupo escondeu as escutas telefónicas dos responsáveis hierárquicos, nomeadamente dele próprio, do seu filho, James Murdoch, e da diretora da publicação, Rebekah Brooks.

O patrão da News Corp respondeu perante a comissão de inquérito Levenson, pelo segundo dia consecutivo, e pediu desculpa por não ter encerrado o jornal há mais tempo assim como a todas a pessoas inocentes do News of the World que perderam os postos de trabalho.

O semanário sensacionalista fechou em julho de 2011. O jornal é suspeito de ter colocado milhares de pessoas sob escuta telefónica na década passada. Em 2007 um jornalista do News of the World e um detetive privado foram condenados no âmbito deste caso, mas em 2011 o escândalo ganhou outra dimensão com uma nova investigação policial.