Última hora
This content is not available in your region

Imprensa ucraniana divulga fotos das nódoas negras de Timoshenko

Imprensa ucraniana divulga fotos das nódoas negras de Timoshenko
Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa ucraniana divulgou fotos de Iulia Timoshenko onde estão visíveis as nódoas negras que a ex-primeira-ministra diz terem sido feitas pelos guardas da prisão, na semana passada, quando tentaram forçá-la a ir ao hospital.

A líder da oposição sofre de dores nas costas – aparentemente uma hérnia discal – mas recusa ser tratada na Ucrânia, receando ser envenenada.

Berlim, que enviou uma delegação de médicos para a examinarem, tenta trazer a musa da revolução Laranja para a Alemanha. “Um dos principais argumentos é que ela não quer aceitar nenhuma injeção e recusa dar sangue. Isto leva-nos a interrogarmo-nos sobre as suas razões. Ela diz que o antigo ministro do Interior foi infetado com a hepatite na prisão”, explicou o Professor Karl Max Einhäupl, diretor do hospital Charité, em Berlim.

Milhares de apoiantes de líder da oposição manifestaram-se, esta sexta-feira, nas ruas de Kiev. Continuam a exigir a libertação da antiga primeira-ministra.

Atualmente em greve da fome, Iulia Timoshenko foi condenada a sete anos de prisão por abuso de poder – mas afirma tratar-se de uma manobra do presidente Ianukovich para afastar a sua principal rival.