Última hora

Coreia do Sul luta contra importação de cápsulas com resíduos humanos

Coreia do Sul luta contra importação de cápsulas com resíduos humanos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul intensificou a luta contra a importação de cápsula com pó de restos humanos provenientes da China. A venda destas cápsulas assenta na superstição de que comer restos humanos, nomeadamente de crianças, ajuda a curar certas doenças ou a potenciar a força física.

Desde agosto do ano passado as autoridades alfandegárias sul-coreanas apreenderam quase 17.500 cápsulas com pó de carne seca, proveniente de fetos e de nados-mortos.

“A sequência do ADN destas cápsulas é de 99,7 por cento, enquanto o humano é de 99,9. Além disso detetámos vírus e bactérias que são perigosas para o corpo humano” – explica um técnico de laboratório da alfândega do aeroporto de Incheon.

As cápsulas apreendidas eram destinadas a particulares. Não há indícios da existência de uma rede de importação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.