Última hora
This content is not available in your region

Polícias nas ruas de Londres para protestar

Polícias nas ruas de Londres para protestar
Tamanho do texto Aa Aa

São imagens que prometem embaraçar o chefe de governo britânico David Cameron.

Milhares de polícias despiram a farda, em Londres, e manifestaram-se contra as medidas de austeridade e as reformas do sistema de pensões.

O protesto coincidiu com uma paralisação nacional dos funcionários públicos. A polícia britânica não tem direito a fazer greve, mas isso não impediu que fizessem ouvir a sua voz:

“Quando se corta o orçamento da polícia em 20 por cento, a única coisa que se consegue é mais desordem, crime, e comportamento anti-social e é.
por isso, que aqui estamos hoje” afirma Paul Mkeever, presidente da Federação de Polícia.

Na origem do protesto está também um relatório do governo que admite a possibilidade de despedir agentes, de reduzir os salários e de aumentar a idade da reforma. Medidas que integram um vasto pacote para equilibrar as contas públicas.

“Não devíamos pagar mais, receber menos e trabalhar mais tempo por uma crise que não originamos” defende um polícia.

O protesto desta quinta-feira pode não ficar por aqui. Os sindicatos ameaçam voltar às ruas e não descartam a hipótese de as ações de luta ocorreram durante os Jogos Olímpicos que arrancam em julho.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.