Última hora
This content is not available in your region

Merkel pode sofrer oitava derrota consecutiva em eleições regionais

Merkel pode sofrer oitava derrota consecutiva em eleições regionais
Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha, as eleições de domingo na Renânia do Norte-Vestefália deverão traduzir-se na oitava derrota consecutiva para o partido de Angela Merkel em escrutínios regionais.

Nem a implicação pessoal da chanceler alemã deverá contrariar as sondagens, que apenas atribuem 30 por cento dos votos à CDU. Os democratas cristãos deverão pagar, nomeadamente, as várias “gafes” do ministro do Ambiente e cabeça de lista durante a campanha.

Os sociais-democratas deverão sair vencedores, o que significará a recondução da governadora cessante, Hannelore Kraft. O escrutínio antecipado foi convocado depois do executivo minoritário formado pelo SPD e pelos Verdes ter visto vetado o orçamento regional.

As sondagens apontam, no entanto, para a possibilidade de uma nova maioria e uma repetição da coligação entre os sociais-democratas e os ecologistas no parlamento de Dusseldorf.

Caso isso não aconteça, os liberais do FDP – parceiros de Merkel no governo de Berlim – já admitiram uma aliança com o SPD e os Verdes na Renânia do Norte-Vestefália.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.