A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Madrid recusa diálogo proposto pela ETA

Madrid recusa diálogo proposto pela ETA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol recusa qualquer diálogo com a ETA e continua à espera do anúncio da dissolução da organização separatista basca e da entrega das armas.

Madrid reagiu rapidamente ao comunicado transmitido esta quarta-feira à agência France Press, no qual a ETA diz ter “designado uma delegação para conduzir um diálogo direto” com os executivos espanhol e francês.

Numa alocução no Parlamento, o ministro espanhol do Interior frisou que “a única declaração, seja através da France Press ou de outro meio, que [o governo] exige e espera é a da dissolução incondicional” da ETA.

Madrid considera insuficiente o anúncio do fim da luta armada feito pela organização separatista basca em Outubro do ano passado, e recusa qualquer amnistia para os prisioneiros da ETA, bem como a sua reaproximação ao País Basco, enquanto o grupo terrorista não for dissolvido.