Última hora

Brasil: Dilma dá posse à comissão sobre os crimes da ditadura

Brasil: Dilma dá posse à comissão sobre os crimes da ditadura
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi com grande emoção que a presidente do Brasil deu ontem posse à Comissão da Verdade que vai investigar os crimes da ditadura. Dilma Roussef quis fazer desta investidura um ato de Estado pelo que convidou para cerimónia no Palácio do Planalto, em Brasília, os seus predecessores do Brasil democrático: Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Collor de Mello e José Sarney.

“O Brasil merece a verdade, as novas gerações merecem a verdade e, sobretudo, merecem a verdade factual aqueles que perderam amigos e parentes e continuam sofrendo, como se eles morressem de novo a cada dia” – afirmou a presidente.

Dilma Roussef esteve nos calaboiços da ditadura três anos, durante os quais foi torturada, mas esclareceu que a Comissão da Verdade não busca vingança nem se move pelo ódio. Os trabalhos dos próximos dois anos têm como objetivo investigar o que se passou entre 1964 e 1985. O Brasil conta, oficialmente, 400 mortos e desaparecidos durante o regime militar.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.