Última hora

Líderes do G8 defendem continuidade da Grécia na zona euro

Líderes do G8 defendem continuidade da Grécia na zona euro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresas, a crise da dívida europeia dominou o encontro do G8.

Reunidos em Camp David, na residência oficial do Presidente norte-americano, os líderes políticos concordaram “na importância de manter a Grécia numa zona euro forte e coesa.”

Ao mesmo tempo comprometeram-se a dar os passos necessários para combater o mau clima económico e revitalizar a economia mundial.

Uma mensagem amplamente divulgada por Barack Obama, de olhos postos na campanha para as presidenciais norte-americanas e preocupado com o impacto da crise europeia nos Estados Unidos.

“O crescimento e o emprego têm de ser a prioritários. É do interesse geral, incluindo dos Estados Unidos, uma economia europeia estável”, disse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O encontro marcou a estreia de François Hollande. O programa de crescimento, uma bandeira do recém-eleito presidente francês, está em sintonia com o discurso de Obama.

“Decidiu-se colocar o crescimento no topo das agendas dos principais encontros internacionais e europeus dos próximos meses”, revelou François Hollande.

Uma vitória aparente sobre a política de austeridade encabeçada por Angela Merkel.

Em Camp David, juntamente com outros líderes políticos, a chanceler alemã assistiu à derrota do Bayern Munique na final da Liga dos Campeões frente ao Chelsea, mantendo o “fair-play”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.