Última hora

Violência síria alstra ao vizinho Líbano

Violência síria alstra ao vizinho Líbano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O xeque Ahmed Abdul Wahud, um influente líder sunita, e o número dois da Aliança Política Libanesa contra o Presidente Bashar al-Assad foram mortos no norte do Líbano.
 
Os dois homens cruzaram um posto de controlo militar a alta velocidade e acabaram por ser alvejados. Integravam a Aliança 14 de março.
 
Muitos sunitas do norte simpatizam com a revolta popular contra o presidente Bashar Al-Assad na Síria e manifestam-se nas ruas. Acusam o Exército libanês de responder às ordens de Damasco.
 
O incidente ocorreu na região de Akkar. Na semana passada registaram-se confrontos entre tropas e homens armados num bairro sunita em Tripoli.
 
Na Síria, a violência continua a ser uma constante. Este domingo, uma bomba explodiu a cerca de 150 metros do corredor no qual viajava o chefe da missão de observação das Nações Unidas, o general Robert Mood, juntamente com outros enviados e jornalistas, nos arredores de Damasco.
 
Não há registo de feridos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.