Última hora

Protesto dos mineiros espanhóis em Madrid degenera em violência

Protesto dos mineiros espanhóis em Madrid degenera em violência
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Duas plataformas sindicais convocaram a marcha; mais de 12 mil manifestantes compareceram em Madrid, embora as autoridades cortem este número para menos de metade.

Os trabalhadores das minas de carvão espanholas não aceitam a redução de dois terços nos apoios ao setor. Dizem os mineiros que o governo está a deixar esta indústria morrer. Há 20 anos, havia cinco vezes mais trabalhadores do que agora.

O sindicalista Felipe Lopez garante que a contestação vai continuar até que haja garantias que permitam manter a atividade. Um dos argumentos mais brandidos é a importância estratégica do setor, numa Espanha deficitária em matéria energética.

O ajuntamento acabou por degenerar em violência, junto ao Ministério da Indústria. Pelo menos, duas pessoas foram detidas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.