Última hora
This content is not available in your region

Desemprego sobe nos Estados Unidos

Desemprego sobe nos Estados Unidos
Tamanho do texto Aa Aa

Subida inesperada da taxa de desemprego nos Estados Unidos em maio.

A cinco meses das presidenciais, o mercado do trabalho dá sinais de fraqueza. No mês passado, foram criados apenas 69 mil novos postos de trabalho, metade do previsto pelos analistas.

Segundo o Departamento do Trabalho, a taxa de desemprego subiu para os 8,2 por cento. Há um ano que a taxa estava em queda e, em abril, a maior economia do mundo registou 8,1 por cento, o valor mais baixo em três anos.

O setor privado impulsionou mais uma vez o mercado do trabalho, com a construção e a indústria a liderar ao nível das contratações.

Esta subida do desemprego é mais uma prova de que a retoma da economia norte-americana é frágil, afetada pela crise na Europa e a desaceleração chinesa e brasileira.

Esta semana foi também revista em baixa a estimativa de crescimento do PIB para 1,9% no primeiro trimestre, o índice industrial regressou em maio às quedas e o consumo, motor da economia, subiu em abril escassos 0,3 por cento, tal como previsto.