Última hora

Última hora

Banho de multidão para Aung Sann Suu Kyi em campo de refugiados

Em leitura:

Banho de multidão para Aung Sann Suu Kyi em campo de refugiados

Banho de multidão para Aung Sann Suu Kyi em campo de refugiados
Tamanho do texto Aa Aa

Mae La é o maior campo de refugiados birmaneses na Tailândia e recebeu a visita histórica de Aung Sann Suu Kyi. Cinquenta mil pessoas vivem aqui, alguns há décadas, e muitos não têm estatuto de refugiados nem podem voltar para o país natal. A visita da Nobel da Paz, finalmente uma mulher livre, é um bálsamo e uma esperança.

“Estou muito feliz. Nunca na vida pensei poder, um dia, ver Aung San Suu Kyi”, diz um homem. Uma mulher explica: “Estou na Tailândia há 45 anos sem nunca ter voltado ao meu país. É como se a minha própria mãe viesse visitar-me. Nasci na Birmânia mas nunca lá vivi. É como se não tivesse nacionalidade.”

Ao todo, 140 mil birmaneses vivem em campos de refugiados. A maioria é de etnia Karen. Aung San Suu Kyi prometeu tudo fazer para que possam regressar a casa.