Última hora
This content is not available in your region

Egípcios convocam manifestações para contestar veredicto

Egípcios convocam manifestações para contestar veredicto
Tamanho do texto Aa Aa

Militantes egípcios convocaram grandes manifestações para protestar contra o veredicto que condenou à prisão perpétua Hosni Mubarak e ilibou seis comandantes da polícia.

A sentença que não designa nenhum responsável direto pela morte de centenas de manifestantes no ano passado provocou a cólera e inúmeros protestos.

“Não podemos esquecer os direitos dos mártires e temos de julgar novamente Mubarak. Este veredicto é inaceitável”, sublinhou uma mulher.

“Exigimos outras eleições e que Mubarak volte a ser julgado. Exigimos que a Constituição seja redigida antes das eleições presidenciais”, reivindicou um cidadão egípcio.

Ahmed Chafik vai defrontar o candidato da Irmandade Muçulmana na segunda volta das presidenciais. Chafik diz que uma vitória de Mohamed Morsi vai levar o Egito para a Idade Média e ameaçar os direitos das mulheres e dos cristãos.

Tal como o pai, os dois filhos de Mubarak foram ilibados das acusações de corrupção. Os antigos presidente e ministro do Interior foram responsabilizados por não terem conseguido evitar a morte dos manifestantes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.