A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Colonos israelitas contra Netanyahu

Colonos israelitas contra Netanyahu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vários colonos judeus da Cisjordânia fizeram uma marcha até ao parlamento israelita, em Jerusalém, para protestarem contra o plano do primeiro-ministro Benyamin Netanyahu de demolir cinco blocos de apartamentos construídos numa zona disputada por israelitas e palestinianos, em Beit El.

O parlamento acabou por dar razão a Netanyahu, ao rejeitar a proposta da extrema-direita de legalizar todas as construções na Cisjordânia. A demolição destas casas tinha sido já ordenada pelo supremo tribunal israelita e tem o apoio do governo. Ao mesmo tempo, Netanyahu prometeu a construção de 300 novos prédios na Cisjordânia.

A Autoridade Palestiniana já reagiu e condena a construção de novos colonatos, que considera um entrave ao processo de paz.

Mas os colonos prometem não baixar os braços: “Não podem agora demolir casas que o próprio governo aprovou. “Esta gente comprou as casas, pagou-as e está a pagar empréstimos”, diz uma manifestante.

A proposta da extrema-direita foi rejeitada, apesar do apoio e do voto favorável de vários deputados do Likud, o partido de Netanyahu.

O primeiro-ministro prometeu realojar as cerca de 30 famílias que moram nestes prédios. Para isso, vão ser construídas novas casas junto a uma base militar israelita, no mesmo colonato.