Última hora

Desempregados espanhóis estão pessimistas

Desempregados espanhóis estão pessimistas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Se os mercados estão otimistas, os quase cinco milhões de desempregados espanhóis nem por isso. Muitos contestam a pertinência dos 100 mil milhões de euros acordados ao salvamento da banca. Desespero e ausência de expectativas é o que se lê nos discursos de quem não tem trabalho.

“Não estou nada otimista. Cada dia que passa é pior. Estou desempregado, tenho dois filhos, sou separado e nem posso pagar uma pensão. Tenho uma deficiência de 33% e as empresas exploram-nos muito”, lamenta-se um espanhol, à porta de um centro de emprego.

A taxa de desemprego, em Espanha, reduziu em 0,63% em maio, face ao mês anterior. Mas, na realidade, há ainda 4,7 milhões de pessoas sem trabalho, naquela que é a quarta maior economia da zona euro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.