Última hora

Última hora

Mercado de armamento de olhos voltados para países emergentes

Em leitura:

Mercado de armamento de olhos voltados para países emergentes

Mercado de armamento de olhos voltados para países emergentes
Tamanho do texto Aa Aa

Os cortes orçamentais no setor da defesa de vários países em crise estão a obrigar os produtores de armamento e equipamentos militares a apostar em novos mercados.

As últimas novidades da indústria foram apresentadas na Feira Internacional de Armamentos e de Material Bélico Eurosatory-2012, no Centro de Exposições Paris-Nord Villepint, na capital francesa.

“Os Estados Unidos, o Reino Unido e a Europa têm orçamentos da defesa estagnados ou em queda, o que quer dizer que as empresas do setor estão a voltar-se para outros mercados como a América Latina, o Médio Oriente e a Ásia em particular. Os Governos e os países chegaram à conclusão de que no Ocidente não podem gastar tanto dinheiro como têm feito até agora”, explica Matthew Bell, jornalista.

De acordo com o Instituto Internacional de Investigação sobre a Paz, entre 2006 e 2010, três quartos das exportações globais de armamento foram assegurados por apenas cinco países.

Este ano, um número recorde de inovações de empresas russas é exibido na Eurosatory.

Para além do componente comercial, a feira é caracterizada por um amplo programa demonstrativo. Tem o patrocínio do ministério francês da Defesa e conta com a participação de mais de 400 empresas de 47 países.