Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A Turquia não vai atacar a Síria mas vai responder a provocações

A Turquia não vai atacar a Síria mas vai responder a provocações
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia não tem a intenção de atacar a Síria. O primeiro-ministro Recep Tayyp Erdogan esclareceu esta quinta-feira que não vai lançar nenhuma ofensiva contra o país vizinho mas garantiu que qualquer provocação do regime de Damasco não vai ficar sem resposta. O chefe do governo de Ancara falou na cerimónia de lançamento do primeiro avião turco de treino militar.

“Não nos vamos abster de dar uma lição a esse Estado de bandidos que perdeu a legitimidade aos olhos do povo, que impôs um Estado de terror ao povo e está a testar a grandeza da Turquia” – declarou Erdogan.

Na sexta-feira as forças sírias abateram um avião militar e os dois tripulantes continuam desaparecidos. A Turquia partilha uma fronteira de mais de 900 quilómetros e acolheu até à data perto de 30 mil refugiados. Os rebeldes que se opõem ao regime de Damasco contam com o apoio de Ancara.