A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tensão do Este da Líbia em véspera de eleições

Tensão do Este da Líbia em véspera de eleições
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Quase um ano após a queda de Muammar Kadhafi, termina hoje na na Líbia a campanha para a eleição de uma assembleia nacional constituinte.

Os líbios são convocados a eleger amanhã 200 deputados para substituir o Conselho Nacional de Transição.

Há quatro dias homens armados assaltaram as assembleias de voto em Bengazi o que expõe a tensão dos defensores do federalismo no Este do país que reclamam a repartição equlibrada no número de representantes parlamentares.

Certos gruops islamistas, considerados uma minoria nesta região querem a revisão da Constituiçao adaptar o corao.

O representante da Nações Unidas critica este ataque e lembra que subsite ainda um problema de segurança no país mas sublinha que tem esperança que todos os líbios se possam respeitar e que as eleições pssam deocrrer de forma pacífica

Estas são as primeiras eleições realizadas no país desde a queda de Muamar Kadhafi há quase um ano.

Os candidatos, muitos ex-exilados políticos desconhecidos do público, não pouparam esforços numa campanha relâmpago que só durou 18 dias.

O novo parlamento será encarregado de redigir um projeto de Constituição que será submetido a referendo.

Depois de 40 anos de ditadura, muitos não sabem nem como nem em quem votar de qualuer forma quem vier a seguir para governar o país de terá que enfrentar velhos problemas.