A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ucrânia palco de confrontos por causa de estatuto da língua russa

Ucrânia palco de confrontos por causa de estatuto da língua russa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ultrapassada a euforia do Euro 2012, Kiev é palco de protestos. A polícia teve de recorrer ao gás lacrimogéneo para dispersar as cententas de manifestantes concentrados nas ruas da capital e às portas do edifício da presidência.

Em causa, o projeto de lei aprovado pelo Parlamento que prevê que a língua russa passe a ter o estatuto de língua regional nos territórios em que os russófonos constituem mais de 10% da população. Kiev está na lista e para alguns até são boas notícias.

O escritor Oleksiy Nikitin discorda: “A maioria dos ucranianos são bilingues. Regra geral todos falam um pouco de russo e ucraniano. No entanto, sabemos que por detrás da língua russa está a Rússia, com as suas finanças e instituições, e por detrás da Ucrânia há um vazio. Se a Ucrânia não apoia e desenvolve a língua ninguém o fará.”

A votação do projeto de lei estava prevista para o outono, mas o Partido das Regiões, liderado pelo presidente Victor Ianukovicth, que detém o maior grupo parlamentar, decidiu inesperadamente antecipar a votação para terça-feira.

No meio da polémica há quem fale em manobras de distração.