Última hora
This content is not available in your region

Itália passa teste após degradação da nota

Itália passa teste após degradação da nota
Tamanho do texto Aa Aa

Itália conseguiu passar o teste do mercado, apesar da degradação da nota do país horas antes pela Moody’s.

A agência de notação baixou a nota em dois níveis, de “A3” para “Baa2”, com perspetiva negativa. A nota está agora pouco acima do nível lixo, devido aos riscos de contágio da crise do euro e à ameaça de Itália ver bloqueado o acesso ao financiamento no mercado.

A decisão foi mal acolhida em Roma. O ministro para o Desenvolvimento Económico, Corrado Passera, retaliou: “A decisão da Moody’s é totalmente injustificada e mesmo enganosa porque não tem em conta o trabalho efetuado pelo país”.

Apesar da degradação, Roma conseguiu colocar no mercado esta sexta-feira 5,2 mil milhões de euros em obrigações a médio e longo prazo.

No caso da principal emissão, a dos títulos a três anos, as taxas baixaram para 4,6 por cento, contra 5,3 no último leilão em junho. A procura essa foi importante, quase o dobro da oferta, mas impulsionada quase só pelos bancos italianos.

A degradação da nota pela Moody’s surpreendeu. Na Comissão Europeia critica-se o momento escolhido para o anúncio, depois do governo Monti ter anunciado, nos últimos dias, mais cortes na despesa pública.