Última hora

Japoneses dizem não ao nuclear

Japoneses dizem não ao nuclear
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de japoneses manifestaram-se, hoje, em Tóquio contra a energia nuclear.

Dezasseis meses depois da catástrofe de Fukushima, 170 mil pessoas de acordo com os organizadores do protesto, saíram à rua para exigir ao governo uma solução alternativa.

“O Japão está localizado numa zona sísmica e se algo correr mal pode ser destruído. Por isso, decidi manifestar-me” afirma uma mulher.

Um homem, adianta, “as centrais não podem ser completamente controladas pelo homem e, como tal, não deviam ser usadas.”

O governo deu, recentemente, luz verde à reativação da central nuclear de Ohi, a cerca de 500 quilómetros de Tóquio. Uma decisão associada ao aumento do consumo de energia durante o verão e justificada por razões económicas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.