A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Fiat prolonga encerramento da fábrica de Pomigliano

Fiat prolonga encerramento da fábrica de Pomigliano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A crise do mercado automóvel está a pesar fortemente sobre a Fiat, que vai prolongar a suspensão da produção na fábrica de Pomigliano, perto de Nápoles. A unidade deveria fechar duas semanas, a partir de dia 23 de julho, mas vai ficar encerada até final de agosto para limitar a acumulação de veículos.

Segundo a Fiat, o mercado italiano caiu para níveis de final dos anos setenta.

As vendas de carros novos estão em queda há nove meses. O ministério italiano dos Transportes fala de um recuo superior a 24 por cento.

É o reflexo da crise que vive o país e a Europa.

De acordo com o Banco de Itália, a terceira economia da Europa deverá contrair este ano 2% e manter a tendência no próximo. As reformas do governo Monti só deverão surtir efeitos a médio prazo.