A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Wikileaks contorna bloqueio

Wikileaks contorna bloqueio
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A WikiLeaks tem um novo site na Internet para recolha de fundos.

É a resposta da organização fundada por Julian Assange ao bloqueio operado pelos gigantes Visa e MasterCard, depois de terem sido divulgados milhares de documentos confidenciais norte-americanos.

A solução foi encontrada graças à ajuda de uma associação francesa sem fins lucrativos.